Criada em 19/02/2019 às 08h37 | Grãos

Produtores rurais já entregaram mais de 20 mil toneladas de soja em armazéns de cooperativa no interior do Estado do Tocantins

A previsão é que a entrega seja concluída em abril. Na atual safra, a unidade vai recepcionar 110 mil toneladas, superando as 93.270 toneladas do último ano agrícola. A produção é resultado do trabalho de 150 agricultores associados da cooperativa que plantaram em 13 municípios.

Imagem
Unidade da Coapa em Pedro Afonso deve receber 110 mil toneladas de grãos (foto: Coapa\Divulgação)

Fred Alves
DE PEDRO AFONSO (TO)

Com capacidade ampliada, as duas unidades de armazenagem da Cooperativa Agroindustrial do Tocantins (Coapa), em Pedro Afonso, estão recepcionando a soja da Safra 2018/2019 desde o final do último mês de janeiro.

Até o final da tarde desta segunda-feira, 18 de fevereiro, já haviam recebido 20.235, 910 toneladas da oleaginosa.

Na Unidade de Armazenagem I, que tem capacidade estática de 60 mil toneladas e está recebendo várias melhorias na sua estrutura, a recepção teve início no dia 26 de janeiro. Já na Unidade de Armazenagem II, que pode armazenar 16 mil toneladas, o trabalho foi iniciado quatro dias depois.

A previsão é que a entrega da soja seja concluída no próximo mês de abril. Na atual safra, a intenção da diretoria da Coapa é que seus dois armazéns graneleiros recepcionem 110 mil toneladas, superando as 93.270 toneladas do último ano agrícola. A produção é fruto do trabalho de 150 agricultores associados da cooperativa que plantaram em 13 municípios.
Ao explicar que os dois armazéns contam com 80 colaboradores e pode operar 24 horas por dia, o gerente Operacional, Antônio Carlos Herculano, afirmou que o objetivo é prestar um serviço de qualidade ao produtor que depositar seus grãos sob os cuidados da Coapa.

“Vamos fazer um trabalho eficiente e que após o beneficiamento, o nosso cooperado tenha um produto de qualidade e dentro dos padrões exigidos pelo mercado”, comentou Herculano, ressaltando que até o momento a soja recepcionada tem apresentado excelente qualidade quando se avalia aspectos como umidade, impureza e grãos avariados.

“Está fluindo bem o recebimento, principalmente pela qualidade da soja recebida devido ao clima favorável. Estamos com colaboradores capacitados para atender bem e agilizar o processo de recebimento, o que evita filas para descarregar. O pico da recepção deve ocorrer até o final deste mês e o cooperado pode ter certeza que seus grãos estão bem cuidados em nossos armazéns”, reforçou o gerente geral da Coapa, Nelzivan Carvalho Neves. (Da Coapa)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2019 Norte Agropecuário