Criada em 30/05/2019 às 15h19 | Agronegócio

PIB do agronegócio no primeiro trimestre tem redução de 0,5%, aponta IBGE; exportação de milho é o destaque positivo

Os resultados divulgados pelo IBGE apontam que o Produto Interno Bruto geral teve taxa negativa de 0,2%. Ao analisar individualmente, a Agropecuária teve taxa negativa de 0,5%, Indústria também ficou negativa em 0,7% e apenas o setor de serviços teve resultado positivo 0,2%.

Imagem
Exportações do agro apresentaram saldo positivo. (Foto Divulgação Web)

O IBGE divulgou nesta quinta feira (30) os resultados do PIB (Produto Interno Bruto) referente ao primeiro trimestre do ano, apontando taxa negativa de 0,2 % em relação ao trimestre anterior. A Agropecuária teve taxa de -0,5 %, Indústria, -0,7%, e serviços, 0,2 %.

Em valores correntes, o PIB no primeiro trimestre totalizou R$ 1,714 trilhão, a Agropecuária, R$ 90,234 bilhões, Indústria, R$ 296, 996 bilhões, e Serviços, R$ 1,074 trilhão. A participação setorial mostra a Agropecuária com 5,3 %, Indústria, 17,3 % e Serviços, 62,7 %.

A taxa acumulada nos últimos quatro trimestres em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores, registra crescimento do PIB de 0,9 %, para a Agropecuária, 1,1 %, Indústria, 0,0 %, e Serviços 1,2 %.

Em três dos quatro trimestres de 2018 a Agropecuária teve taxas negativas de crescimento. Como as taxas são comparativas, isso se deve, também aos resultados de 2017 que foram excepcionais, analisa José Garcia Gasques, coordenador-geral de Estudos Econômicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Com exceção do último trimestre, que teve algum crescimento a Agropecuária vem acumulando desde 2018 trimestres com redução de crescimento, observou o coordenador.

Os destaques positivos neste ano têm sido o comportamento das exportações do agronegócio, o bom desempenho da safra de milho e da pecuária. Como contribuições negativas se destacam a redução em 10,6 % na produção de Arroz, (-4,4 %) da produção de Soja e de (-2,9) % na produção de Fumo. (Do Mapa)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2019 Norte Agropecuário