Criada em 03/07/2019 às 15h04 | Pecuária

Matadouros: Governo anuncia fim de processo para compra de equipamentos, mas situação de Barrolândia segue indefinida

As empresas vencedoras da licitação para aquisição e instalação de equipamentos dos matadouros que estão sendo construídos em oito municípios têm até dezembro para entregar os equipamentos. Obra de Barrolândia terá nova licitação.

Imagem
Local de abate bovino, matadouro frigorífico em construção, Ponte Alta do Bom Jesus. (Foto Divulgação Seagro/Governo do Tocantins)

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) informou que nesta terça-feira, 02, recebeu da Secretaria da Fazenda (Sefaz) o processo para o prosseguimento da licitação com as empresas vencedoras do certame para aquisição e instalação de equipamentos dos matadouros frigoríficos, que estão sendo construídos pelo Governo do Tocantins em oito municípios. Agora o trâmite segue para adjudicação e a homologação da Seagro executora da ação.

Antiga reivindicação dos moradores daquelas regiões, os matadouros frigoríficos vão garantir segurança alimentar eliminando o abate clandestino, prática ainda utilizada em vários municípios tocantinenses. Cada unidade terá capacidade para abater até 50 cabeças de bovinos por dia e está sendo construída nos municípios de: Ananás, Arapoema, Araguanã, Campos Lindos, Novo Acordo, Ponte Alta do Bom Jesus e Wanderlândia.

Barrolândia

A lista acima não inclui o município de Barrolândia, cuja ordem de serviço para obra foi assinada em 12 de junho de 2018, mas de acordo com o prefeito da cidade Adriano Ribeiro, nem chegou a ser iniciada. No último dia 29 de junho, o Norte Agropecuário publicou matéria sobre a extinção do contrato com a Nasa Construtora LTDA. Em nota, a Seagro informou que a rescisão foi a pedido da empresa.

De acordo com a Seagro, uma nova licitação em breve será realizada para contratação da empresa que fará a construção do matadouro frigorífico em Barrolândia. A obra está orçada em mais de R$ 1,2 milhão.

Veja também:

Governo do Estado e empreiteira extinguem contrato de R$ 1,2 milhão para construção de abatedouro em Barrolândia

Barrolândia: Lançada em 2018, obra do matadouro nem começou, diz prefeito; atraso impede criação de mais de 100 empregos

Estado anuncia investimento de R$ 17,2 milhões para construção de matadouros em 8 cidades; obras ainda não começaram

Oito matadouros serão construídos no Tocantins, anuncia governo do Estado

Vencedoras

O resultado com os nomes das vencedoras do certame licitatório foi publicado no Diário Oficial do Estado de quinta-feira, 27. As empresas ECAA Indústria e Comércio LGA Máquinas e Equipamentos Industriais EIRIELE e Refrigeração Moreira venceram o certame. O valor para aquisição e instalação dos equipamentos é de R$ 5,4 milhões. A previsão de entrega dos equipamentos instalados nos frigoríficos é até dezembro deste ano.

Projeto

Os recursos para construção dos matadouros frigoríficos na ordem de R$ 18 milhões são provenientes do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), na modalidade infraestrutura e cadeias de produção com financiamento do Banco Mundial.

Esta modalidade do PDRIS é executada pelo Governo do Tocantins, por meio das secretarias da Fazenda, Infraestrutura, Cidade e Habitação e Seagro. (Com informações da Seagro)

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2019 Norte Agropecuário