Criada em 17/02/2020 às 22h23 | Agronegócio

Cooperativa inaugura Centro Demonstrativo Experimental com área total de 14 hectares na cidade de Paraíso do Tocantins

Fundada em 1925, a Frísia é a cooperativa de produção mais antiga do Paraná e atualmente conta com mais de 850 cooperados e 1.100 colaboradores e atua no centro sul do Paraná e no Tocantins, onde são mais de 50 cooperados de 16 municípios da região.

Imagem
No Show do Cerrado, a a cooperativa mostrou aos participantes as mais recentes novidades em manejo de doenças e pragas, variedades de soja, bem como os lançamentos de novos produtos (foto: foto: Wilson Rodrigues/SecomTO/Divulgação)


A Cooperativa Frísia inaugurou na sexta-feira, dia 14, em Paraíso do Tocantins (TO), um novo Centro Demonstrativo experimental, com área total de 14 hectares, sendo 334 faixas de soja, milho e sorgo e seis ensaios de longa duração de gesso e calcário. A inauguração ocorreu durante o 1° Show Tecnológico do Cerrado, realizado pela cooperativa na Fazenda Santa Maria.

A empresa possui uma área agricultável de soja, milho e sorgo em torno de 25 mil hectares, sendo um total de 52 cooperados. No evento, a cooperativa mostrou aos participantes as mais recentes novidades em manejo de doenças e pragas, variedades de soja, bem como os lançamentos de novos produtos. Durante a programação, foram apresentados aos participantes informações sobre fitopatologia, mecanização agrícola, agricultura de precisão, solos e fitotecnia.

VEJA TAMBÉM:

Com 25 mil hectares de grãos plantados no Tocantins, Frísia planeja atuar na pecuária e piscicultura

Frísia e Fundação ABC reúnem empresas e profissionais do campo para apresentar produtos, técnicas sobre manejo de pragas

CLIQUE AQUI E LEIA O QUE FOI PUBLICADO SOBRE A FRÍSIA NO NORTE AGROPECUÁRIO

A jornalista, especialista em agronegócio, Kellen Severo, ministrou uma palestra com o tema Economia e Agronegócio. No setor de Solos e Nutrição de Plantas, o coordenador de pesquisas da Fundação, Gabriel Barth, falou sobre correção de solo no Cerrado, doses de calcário, gesso, nível de incorporação e outros assuntos ligados à área. Também foram apresentadas informações sobre a tecnologia de aplicação de defensivos, entre outros.

Marcelo Cortês Cavazotti, gerente de Negócios Agrícolas da Frísia, afirmou que os 95 anos de história da cooperativa estão se estendendo para o Tocantins e que o evento serviu para divulgar técnicas aos cooperados e aos demais produtores da região. “Foi uma oportunidade para eles conseguirem ver anos de pesquisa”. Marcelo Cavazotti lembra que os produtores conheceram mais de 50 variedades de soja. O Show Tecnológico foi uma oportunidade de mais conhecimento sobre, por exemplo, a variedade ideal, a melhor época para plantio, entre outras questões.

GOVERNO DO ESTADO

Presente no Show Rural, o governador Mauro Carlesse parabenizou os diretores da Frísia e da fundação ABC pela iniciativa e destacou que a presença de uma empresa do porte da Frísia no Tocantins é mais uma demonstração de confiança no Estado e no Governo do Tocantins, que segundo disse, não tem medido esforços para implantar políticas públicas que promovam o equilíbrio fiscal, o bem-estar da população e, consequentemente, atrair empreendimentos para a região. “Só temos que agradecer e acreditar no Tocantins, são muitas empresas que estão procurando o Estado para fazer os seus investimentos, acreditando no Governo e no povo tocantinense. O projeto da Frísia é muito grande e certamente vai ajudar os produtores locais com os seus mais de 90 anos de experiência no cooperativismo e o Governo do Estado sempre estará à disposição para colaborar”, destacou.

O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, César Halum, ressaltou o trabalho realizado no setor de pesquisa pelas universidades, pela Embrapa e por outros organismos públicos e que a iniciativa da Frísia e da Fundação ABC demonstra que os produtores também estão investindo cada vez mais. “Neste dia de campo, foram transmitidos, aos produtores, os resultados das pesquisas feitas durante o ano e isso tem permitido melhorar o nível de tecnificação da nossa agricultura, o que nos tem dado altos índices de produtividade. Temos propriedades, hoje, no Tocantins que chegam a colher 80 sacas de soja por hectare, o equivalente aos melhores índices do Brasil”, frisou.

Para o gestor, o avanço conquistado na agricultura tocantinense é fruto dos investimentos dos produtores rurais na tecnificação qualificada alinhados ao apoio do Governo do Tocantins em vista ao desenvolvimento do agronegócio. "É fundamental um dia de campo como este para a disseminação da pesquisa tecnológica no campo, visando alcançar altos índices de produtividade, e a Secretaria da Agricultura é parceira nestes incentivos. Nesta próxima safra vamos bater novamente o recorde de produção ultrapassando os cinco milhões de toneladas de grãos”, disse o secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, César Halum.

A FRÍSIA

Fundada em 1925, a Frísia é a cooperativa de produção mais antiga do Paraná e atualmente conta com mais de 850 cooperados e 1.100 colaboradores e atua no centro sul do Paraná e no Tocantins. No Tocantins, já são mais de 50 cooperados de 16 municípios da região.

Já a Fundação ABC, sediada no Paraná, na qual a Frísia faz parte, tem uma movimentação financeira em torno de R$ 7,3 bilhões por ano, integrando mais de cinco mil filiados e contribuintes. Atua em negócios como leite, carne e grãos, principalmente soja, milho e sorgo. (Com informações da Secom)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2020 Norte Agropecuário