Criada em 11/11/2019 às 19h29 | Agricultura

Oportunidade: Com sistema intensivo de cultivo escalonado, família do interior do Estado do Tocantins conquista mercado

Outras 800 famílias de agricultores familiares, com renda de zero a quatro salários mínimos, são beneficiadas com assistência técnica contínua do programa Oportunidade, celebrado entre o Governo do Tocantins e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), via Ruraltins.

Imagem
Família de José Gomes e a filha, Adriana, produz 25 balaios de milho por semana, o que dá em torno de 12 mil espigas por mês (foto: Ruraltins/Divulgação)


Clique no ícone acima e ouça o programa 

O Norte Agropecuário no Rádio destaca a importância da assistência técnica, dedicação, disciplina e união de agricultores familiares na conquista de mercado para os seus produtos. 

O exemplo abordado no programa de rádio veiculado na UFT FM vem do Projeto de Assentamento Coimbra, em Cariri, a 266 km de Palmas, no sul tocantinense. O agricultor José Gomes, pai de Adriana, e mais quatros filhos, mantêm um sistema intensivo de cultivo escalonado, utilizando a irrigação por gotejamento, garantindo a venda do produto nos municípios vizinhos, como Gurupi e Figueirópolis.

“Para gente que gosta da agricultura isso aqui é muito bom, e favorável para o sustento da família. Tenho cinco filhos que estão juntos com a gente, plantando, colhendo e vendendo na feira. Aqui estamos produzindo 25 balaios de milho por semana, o que dá em torno de 12 mil espigas por mês. A assistência técnica que temos recebido do Ruraltins é muito importante, pois o técnico está presente o tempo todo, com orientações sobre tudo, como adubação, combate a lagarta, ferrugem, e também sobre o sistema de irrigação, no controle da água e fertilizantes. Estou muito satisfeito”, avalia o agricultor, complementando que uma parte do que sobra da lavoura de milho vai para a criação de galinhas, porcos e carneiros, e a outra destinada à produção de silagem para a alimentação do pequeno rebanho de gado de leite, utilizado para o consumo da família.

Adriana Gomes, ressalta que trabalhar em família é gratificante. “Aqui não tem brigas. Trabalhamos unidos. Durante a semana, meu pai e meus irmãos ficam na roça, e no fim de semana a gente deixa o pai descansar, e vamos à feira vender o milho. Na quarta-feira e no domingo, estamos em Gurupi, e na quinta-feira, em Figueirópolis”, disse a agricultora.

EXTENSÃO RURAL

O extensionista rural, Francismar Gama, do escritório local do Ruraltins, em Formoso do Araguaia, responsável pelo atendimento a família do agricultor José Gomes, destaca que o milho é um dos produtos mais presentes na agricultura familiar, e o plantio escalonado, com manejo e técnicas adequadas de produção, proporciona a oferta regular e bons preços no mercado

“Na propriedade, a cada semana plantamos de dez a 14 linhas de milho, com 150 metros de comprimento. Isso é o suficiente para atender o mercado, no período de uma semana. Lá, fizemos ainda todo o trabalho de análise do solo, aplicação de calcário, levantamento topográfico para o dimensionamento das curvas de nível e posteriormente a implantação da tubulação principal do sistema de irrigação. Para facilitar a organização produtiva, a área foi dividida por setor, e à medida que se colhe de um, vai semeando outro e assim sucessivamente. E graças ao empenho dele e da família, e com nosso acompanhamento, tem conseguido melhorar bastante a sua produtividade, e capacidade financeira”, frisa o extensionista.

OPORTUNIDADE

Assim como a família do agricultor José Gomes, no Tocantins, outras 800 famílias de agricultores familiares, com renda de zero a quatro salários mínimos, estão sendo beneficiadas com assistência técnica continua, por meio do Programa Oportunidade, fruto de convênio celebrado entre o Governo do Tocantins e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), via Ruraltins.

O objetivo da ação é fortalecer os serviços de assistência técnica e extensão rural, junto aos produtores, no sentido de garantir o aumento da renda, melhorias na gestão da propriedade e na qualidade de vida das famílias que vivem no meio rural.

O Oportunidade tem a participação de 100 técnicos que prestam assistência técnica continuada, acompanhando de perto o desenvolvimento das atividades do agricultor participante, além de promover a implantação de Unidades de Referências Tecnológicas (URT’s) e a realização de dias de campo.

O convênio possui prazo previsto para finalizar suas atividades em dezembro de 2019. O Ruraltins trabalha para aditivar esse prazo, por mais três anos, garantindo assim a continuidade das ações, sem paralisações.

“O projeto Oportunidade é um exemplo claro de que a assistência técnica continua é essencial para o crescimento das propriedades rurais”, afirma o extensionista Francismar Gama. (Com informações de Lúcia Brito, do Ruraltins)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2019 Norte Agropecuário