Criada em 16/07/2019 às 07h41 | Comunicação

Importação de fertilizantes no Tocantins cai 8,9% no primeiro semestre, destaca Norte Agropecuário no Rádio; ouça!

O Norte Agropecuário no Rádio traz como destaque a queda, em dinheiro, na importação de fertilizantes de 8,9%, reduzindo de US$ 31,7 milhões para US$ 29 milhões. O programa ainda traz a queda no rebanho bovino e da audiência pública sobre pesca predatória. Ouça o programa na íntegra!

Imagem
A maior parte dos fertilizantes do Brasil é importada devido à pouca oferta do produto na indústria nacional e a reduzida oferta de potássio no Brasil. (Foto Divulgação Web)

A importação de fertilizantes (adubo) caiu, em dinheiro, 8,69% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Conforme apuração do Norte Agropecuário, no Comex Stat, sistema do governo federal que consolida as informações de transações internacionais, no primeiro semestre deste ano as empresas gastaram U$$ 29 milhões para comprar adubo. No mesmo período do ano passado, foram mais de US$ 31,7 milhões do produto.

CLIQUE AQUI E OUÇA O PROGRAMA DESTE DOMINGO NA ÍNTEGRA

Para o engenheiro agrônomo Lucas Fankhauser Bergental, a diminuição, que em volume representou 15 mil toneladas,  deve ser facilmente compensada nos meses seguintes. Ele explicou que a maior parte dos fertilizantes do Brasil ser importada se refere a pouca oferta do produto na indústria nacional e a reduzida oferta de potássio no Brasil.

Ele ressalvou, porém, que o país tem tudo para ampliar a sua produção de fertilizantes. “O Brasil é um país aonde ande a indústria tem muito a crescer”, frisou.

O programa ainda trouxe mais informações sobre a redução do rebanho tocantinense, com uma entrevista do presidente da Fieto (Federação das Indústrias do Tocantins), e detalhes da convocação de uma audiência pública que o MPF-TO (ministério Público Federal no Tocantins) irá fazer em agosto em Palmas para debater pesca predatória em rios e lagos federais no Estado, com explicações do procurador da República Álvaro Manzano.

O PROGRAMA

Na UFT 96,9 FM, o Norte Agropecuário no Rádio alcança um público de aproximadamente 400 mil pessoas que vivem em 20 cidades no entorno da capital tocantinense. O programa também está na internet, para a restante do Brasil e para o mundo no portal www.norteagropecuario.com.br e nos seus canais nas redes sociais (Twitter, Facebook e Youtube).

A atração da nova temporada na UFT FM é uma veiculação do programa em dois dias diferentes: aos domingos, a partir das 8h, e reprise às quartas-feiras, a partir das 6h20. O programa tem 30 minutos de duração, com uma apresentação do jornalista Cristiano Machado e Daniel Machado.

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2020 Norte Agropecuário