Criada em 06/08/2019 às 16h41 | Segurança

Em Palmas, operação conjunta entre órgãos de fiscalização apreende 730 quilos de produtos cárneos clandestinos

A operação conjunta resultou na apreensão de 730 quilos de produtos cárneos impróprios para o consumo na manhã desta terça, 06, na região Sul da Capital.

Imagem
O local foi interditado e os produtos foram destruídos no aterro sanitário da Capital. (Foto Divulgação Adapec)

Welcton de Oliveira
DE PALMAS (TO) 

Uma operação conjunta entre a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), Vigilância Sanitária Municipal de Palmas, Guarda Metropolitana, Guarda Metropolitana Ambiental e Vigilância em Saúde do Trabalhador de Palmas realizada na manhã desta terça-feira, 6, na região sul da capital, culminou na apreensão de 730 quilos de produtos cárneos (pele suína frita) impróprios para o consumo (clandestinos).

O proprietário foi autuado em R$ 5 mil reais pela Adapec pelo processamento irregular dos produtos e mais R$ 7 mil da Guarda Metropolitana Ambiental por irregularidade ambiental. O local foi interditado e os produtos foram destruídos no aterro sanitário da Capital.

A ação aconteceu, após o acionamento feito pela Vigilância Sanitária de Palmas que detectou o processamento irregular dos produtos em local inadequado.

Uma dos fatos que chamou a atenção é porque a empresa possui registro no serviço de inspeção oficial, estava com a indústria e equipamentos em condições de processar os produtos dentro das normas sanitárias, porém, estava produzindo em outro local sem nenhuma condição higiênico-sanitária. No local, os produtos ficavam expostos e o processamento era feito na área da casa e em parte do quintal, sem nenhum controle de pragas, insetos, roedores, expostos à contaminação. (Da Adapec)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2019 Norte Agropecuário