Criada em 07/12/2017 às 11h34 | Investigação

Apreendidos 700kg de queijo impróprios para consumo

Os produtos estavam embalados em 38 caixas de papelão, sem refrigeração e as condições necessárias de acondicionamento. O condutor do veículo foi multado em R$ 2mil por transporte irregular de produtos de origem animal e a carga será destruída no aterro sanitário.

Imagem

Dinalva Martins
DE PALMAS 

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) apreendeu 700 quilos de queijo frescal impróprios para o consumo, na noite de quarta-feira, 6, na BR-153, próximo ao município de Gurupi, após ser acionada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que fazia uma ação de combate a criminalidade. Os produtos estavam embalados em 38 caixas de papelão, sem refrigeração e as condições necessárias de acondicionamento. O condutor do veículo foi multado em R$ 2 mil por transporte irregular de produtos de origem animal e a carga será destruída no aterro sanitário.

De acordo com o inspetor de defesa agropecuária da Adapec, Ricardo Matarazzo, a PRF ao vistoriar um ônibus de passageiros encontrou produtos de origem animal sem a nota fiscal e armazenada de forma suspeita, por isso acionaram a barreira volante da Agência para que fizesse uma análise. “Os produtos estavam sendo transportados em desacordo com a legislação vigente, o condutor nos informou que adquiriu os queijos em São Paulo e o destino seria o estado do Maranhão, e que desconhecia a necessidade de refrigeração para os produtos, sendo que a indicação da temperatura continha no rótulo”, explicou Matarazzo.
De acordo com informações da PRF, no mesmo ônibus foram encontrados 20 quilos de maconha e as medidas cabíveis foram tomadas pela Polícia.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo, disse que tem intensificado as ações de combate aos produtos clandestinos e tem reforçado as parcerias com várias instituições. “Nosso objetivo é preservar a saúde pública, pois os produtos de origem animal sem inspeção podem causar graves doenças à população, além de prejudicarem a economia do Estado”, pontuou. (Da Adapec)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2017 Norte Agropecuário