Criada em 14/02/2018 às 18h50 | Grãos

Presidente da Aprosoja estima que Tocantins deva colher 3 milhões de toneladas de soja nesta safra: “Clima ajudou mais”

“Sem dúvida as perspectivas para a próxima colheita são as melhores dos últimos três anos, devido aos anos passados em que tivemos alguns problemas com clima”, diz Maurício Buffon, que realiza a abertura oficial da colheita nesta quinta, no Tocantins, com presença do ministro Blairo Maggi.

Imagem
Buffon: “Temos essa perspectiva boa, mas ainda temos uns 40 dias pela frente para concluir a safra, e aí sim, falar em aumento de safra, no momento é só perspectivas” (foto: Ademir dos Anjos\Arquivo\Divulgação)

O aumento da área plantada e a regularidade chuvas são elencadas pelo presidente da Associação de Produtores de Soja e Milho do Tocantins (Aprosoja-TO), Maurício Buffon, como fatores que vão contribuir para o aumento no volume de grãos a ser colhido pelos produtores tocantinenses na safra 2017\2018. A expectativa é alcançar os 3 milhões de toneladas na safra atual frente aos 2,8 milhões colhidos no ciclo anterior.

O presidente participa nesta quinta-feira, 15, da Abertura Oficial da Colheita de Grãos no Estado do Tocantins – Safra 2017/2018, evento promovido pela Aprosoja em parceria com o governo do Estado, na Fazenda Bacaba, na cidade Caseara, com início às 8 horas.

“Sem dúvida as perspectivas para a próxima colheita são as melhores dos últimos três anos, devido aos anos passados em que tivemos alguns problemas com clima. Esse ano, o clima ocorreu de uma maneira mais regular, onde sem dúvida temos as melhores condições de lavouras dos últimos anos. Esperamos colher uma safra maior que o ano passado quando foi colhido em torno de 2,8 milhões de toneladas de soja no Tocantins. Acreditamos aí em torno de 3 milhões de toneladas nessa safra, tanto pelo aumento de área quanto de clima. O clima ajudou mais”, espera Buffon.

Ele disse que só irá comemorar os números quando concluir a colheita. “Temos essa perspectiva boa, mas ainda temos uns 40 dias pela frente para concluir a safra, e aí sim, falar em aumento de safra, no momento é só perspectivas. A lavoura tem que ser colhida e ainda tem um percurso para isso acontecer”, finalizou, com cautela. 

LEIA TAMBÉM: Ministro da Agricultura abre colheita de grãos nesta quinta no Tocantins 

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2018 Norte Agropecuário