Criada em 15/05/2018 às 15h16 | Agronegócio

Missão chinesa virá ao Brasil no final de maio para vistoriar novos frigoríficos candidatos a exportar para o país asiático

O anúncio da visita foi feito durante reunião, em Pequim (China), com ministro do Comércio da China, Zhong Shan e o ministro da Agricultura, Blairo Maggi que apresentou lista com 84 novos frigoríficos que serão vistoriados por veterinários do país asiático.

Imagem
As dificuldades na relação comercial entre os dois países também foi pauta da reunião em Pequim. (Foto Divulgação Mapa)

Em Pequim, durante reunião com o ministro do Comércio da China, Zhong Shan, o ministro Blairo Maggi recebeu a confirmação de que até o final deste mês chegará ao Brasil uma missão técnica com especialistas veterinários para vistoriar novos frigoríficos.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) apresentou uma lista com 84 novos estabelecimentos a serem vistoriados pelos chineses. A expectativa é de que o país asiático libere boa parte desses frigoríficos para exportar.

O chanceler brasileiro Aloysio Nunes Ferreira também participou da reunião com o ministro do Comércio da China, onde foram tratadas as dificuldades nas relações comerciais entre os dois países. “Vamos acelerar conversas por meio de nossa embaixada em Pequim”, afirmou Maggi.

O Brasil possui atualmente 102 processos contra a China em tramitação junto à OMC (Organização Mundial do Comércio), em que algumas práticas comerciais são contestadas. No entanto, o ministro Blairo Maggi disse que muitas questões poderão ser resolvidas, uma vez que os dois países possuem muitas coisas em comum.

Na visão do ministro Blairo Maggi, os processos junto à OMC demonstram que ainda é muito forte o protecionismo existente em vários países. Para Maggi, esse tipo de atitude (protecionismo) por parte dos governos só atrapalha o livre comércio entre os países.

Blairo Maggi e a Core Delegation – comitiva formada por empresários e entidades representantes do agronegócio brasileiro – se reuniram ainda com diretores da Cofco Internacional, trading chinesa de grãos. (Do Mapa)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2018 Norte Agropecuário