Criada em 08/08/2018 às 12h44 | Pecuária

Governo federal fará auditoria para avaliar retirada da vacinação contra febre aftosa no rebanho bovino do Tocantins

O trabalho visa, entre outras, avaliar recursos humanos, físicos e financeiros; autoridade e competência técnica e conformidade com as normas existentes, para assinalar as adequações necessárias à retirada da vacinação, que estão previstas no Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa.

Imagem
Estado tem rebanho de aproximadamente 8,7 milhões de bovinos e bubalinos; já a Adapec conta com 20 barreiras fixas e 14 barreiras volantes, além da contribuição de mais de 1.436 servidores. (Foto: Adapec/Arquivo/Divulgação)

Dinalva Martins
DE PALMAS (TO)

O Serviço de Defesa Sanitária Estadual, no âmbito da saúde animal, será auditado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) entre os dias 13 e 20 de agosto, com vistas à retirada da vacinação contra a febre aftosa, prevista para ocorrer a partir de 2021. A auditoria técnica percorrerá os escritórios da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) nos municípios de Porto Nacional, Peixe, Formoso do Araguaia, Araguaçu, Araguaína, Colinas, Guaraí, Miracema e Palmas.

O trabalho visa, entre outras, avaliar recursos humanos, físicos e financeiros; autoridade e competência técnica e conformidade com as normas existentes, para assinalar as adequações necessárias à retirada da vacinação, que estão previstas no Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA). “Temos juntado esforços para atender todas as exigências e corrigir quaisquer demandas apontadas pelo Mapa. Fazemos parte do bloco IV e nosso objetivo é avançar com os demais estados brasileiros em direção a essa grande conquista”, disse o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha,

Segundo o diretor de defesa, sanidade e inspeção animal da Adapec, Francisco Ramos, a qualidade dos serviços de todos os programas sanitários da área animal será avaliada, dentro do que é preconizado pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). “Os auditores observarão os pontos nas áreas de pessoal, gestão e infraestrutura, e nós estaremos atentos para os aperfeiçoamentos propostos no sistema”, explica. O Mapa realizará a auditoria em todos estados, conforme cronograma da retirada da vacinação.
O Tocantins tem um rebanho de aproximadamente 8,7 milhões de bovídeos (bovinos e bubalinos). Atualmente, são realizadas duas campanhas anuais contra a febre aftosa, em maio quando a vacinação inclui todo o rebanho, e em novembro quando apenas são vacinados os animais com até 24 meses de idade.

A Adapec tem uma estrutura em cada município do Estado, conta ainda com 20 barreiras fixas e 14 barreiras volantes, além da contribuição de mais de 1.436 servidores. (Da Adapec)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2018 Norte Agropecuário