Criada em 08/10/2018 às 16h03 | Exportações

Grupo JBS amplia produção para mercado chinês ao investir R$ 45 milhões; companhia exporta para a China desde o ano de 2015

As reformas incluem modernização de equipamentos e implantação do projeto que permite um melhor fluxo para aumento da produção. Serão beneficiadas as plantas localizadas nas cidades mineiras de Iturama e Ituiutaba.

Imagem
Atualmente, há outras quatro plantas habilitadas para o mercado: Lins e Andradina, em São Paulo; Mozarlândia, em Goiás; e Barra do Garças, no Mato Grosso (foto: CNA\Divulgação)

A JBS investiu R$ 45 milhões na ampliação das plantas localizadas nas cidades mineiras de Iturama e Ituiutaba e vai dobrar a capacidade produtiva das duas unidades. Os investimentos têm como foco atender ao mercado chinês, um dos principais centros de exportação para a carne bovina brasileira. As reformas incluem modernização de equipamentos e implantação do projeto que permite um melhor fluxo para aumento da produção. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

“Dobramos o volume da produção nessas duas plantas para atender a todas as certificações de exportação, mas principalmente porque acreditamos na força do mercado chinês. Quando comparamos o acumulado exportado neste ano com o mesmo período do ano passado, tivemos um aumento de 125% em volume”, conta Renato Costa, presidente da JBS Carnes.

A ampliação da capacidade produtiva também vai atender os mercados europeu e interno. Em função da expansão, a Companhia já iniciou um segundo turno de trabalho nas unidades e, até o segundo trimestre do ano que vem, abrirá novos postos de trabalho nas duas cidades.
A JBS exporta carne bovina para a China desde 2015 e, atualmente, tem outras quatro plantas habilitadas para o mercado: Lins e Andradina (SP), Mozarlândia (GO) e Barra do Garças (MT). (Do Notícias Agrícolas e Estadão)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2018 Norte Agropecuário