Criada em 11/09/2018 às 15h55 | Grãos

Agricultores do Tocantins devem produzir 3,097 milhões de toneladas de soja; número é 9,6% superior ao ciclo anterior

O 12º Levantamento da Safra foi divulgado nesta terça, 11, pela Companhia Nacional de Abastecimento, que trouxe um panorama das condições climáticas que impactaram na safra atual. Até o momento, menos de 15% da área de soja subirrigada foi colhida, portanto, o volume de grãos pode aumentar

Imagem
A colheita da soja no Tocantins chegará a 3.097,7 milhões de toneladas, 9,6% ligeiramente superior ao registrado na safra anterior que alcançou 2.826,4 milhões de toneladas. (Foto: Antônio Araújo/Mapa/Divulgação)

O 12º Levantamento da Safra 2017/2018 divulgado na manhã desta terça, 11, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que a colheita da soja no Tocantins chegará a 3.097,7 milhões de toneladas, 9,6% ligeiramente superior ao registrado na safra anterior que alcançou 2.826,4 milhões de toneladas.

A Conab menciona algumas condições climáticas que impactaram diretamente na produção. “Nessa temporada, as chuvas foram bastante regulares em praticamente todo o estado até fevereiro. A partir daí, o excesso de chuvas causou atraso na colheita, visto que em algumas regiões foram registradas perdas. A colheita da soja já está finalizada e a produtividade desta safra foi 6,9% maior que na safra passada (de 2.932 kg/ha para 3.135 kg/ha).”

Já a lavoura da soja subirrigada teve seu plantio encerrado no final de junho. “Houve prorrogação na janela de plantio devido ao atraso na colheita do arroz irrigado em razão do excesso de umidade no solo em algumas regiões”, aponta o levantamento, que indica ainda que as condições fitossanitárias das lavouras do Tocantins “são as melhores possíveis, não sendo identificados focos de ferrugem asiática.”

A soja subirrigada encontra-se na fase de enchimento de grãos, maturação e colheita e até o momento, menos de 15% da área foi colhida. A Conab afirma não ser possível fazer uma estimativa mais precisa da produtividade a ser alcançada, devido à grande variedade de cultivares plantadas. “A expectativa até agora das firmas produtoras de sementes é de que a produtividade seja ligeiramente superior ao registrado na safra passada”, informa, lembrando que a previsão é que a colheita seja finalizada no final de setembro. 

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2018 Norte Agropecuário